Hanna-Barbera

Hanna-Barbera: desenhos viram HQs na DC Comics

A DC Comics anunciou que lançará revistas em baseadas nos desenhos da Hanna-Barbera, aqueles clássicos que você assistiu na TV durante anos, como Flinstones, Jonny Quest, Space Ghost, Corrida Maluca e outros. As histórias funcionarão como um reboot e mostrarão os personagens modernizados.

Veja também: Todos os “Supermans” do mundo

A princípio, serão quatro as HQs lançadas pela editora. Uma delas é representada pela imagem acima, que mostra a família mais popular de Bedrock e discutirá questões atuais da nossa sociedade, mas com aquela estética característica da Idade da Pedra. The Flinstones será escrita por Mark Russell e desenhada por Amanda Conner (Starfire, Arlequina).

Já Wacky Raceland mostra os personagens da Corrida Maluca com um aspecto mais “Mad Max”. O roteiro fica por conta de Ken Pontac (Happy Tree Friends), com a fantástica arte de Leonardo Manco (Hellblazer) e o design dos carros feito pelo artista Mark Sexton, do filme Mad Max: Fury Road.

A revista que mais me deixou interessado, no entanto, é a Future Quest, que reúne em uma só trama todos os super-heróis dos desenhos animados do estúdio, como Space Ghost, Os Herculóides, Os Impossíveis, Homem-Pássaro, a equipe do desenho Johnny Quest, e muito mais. A série será escrita por Jeff Parker (Aquaman, Batman’66) e desenhada por Evan “Doc” Shaner (Justice League Darkseid War: Green Lantern).

A última apresentada até o momento é Scooby Apocalipse, com o Scooby Doo e sua turma repaginados para a nova geração. Desta vez, as ameaças são reais, e juntos, eles precisam achar a cura para um virus que deixou o mundo cheio de criatura mutantes. A história é de Jim Lee e Keith Giffen, com artes de Howard Porter (Superman).

Hanna-Barbera em HQ: veja todas as imagens

Confira mais imagens de divulgação e artes das capas no site oficial da DC Comics. A editora prometeu que esta nova linha de quadrinhos sairá à partir de maio nos Estados Unidos. Claro, sem previsão de sair por aqui, só nos resta torcer pela boa vontade da Panini.

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.