Asus Zenfone 2 é bom para jogos? Veja a análise


Assim que li sobre o lançamento do Zenfone 2, com seus 4GB de memória RAM, fiquei curioso em saber como seria o desempenho do smartphone rodando os games mais pesados da atualidade. Com ele em mãos, pude testar sua performance em jogos como Modern Combat 5: Blackout, Asphalt 8: Airborne e Hearthstone: Heroes of Warcraft, para ter um bom parâmetro.

Veja também: Expansão “O Grande Torneio” de Hearthstone está disponível

Vale deixar claro que este não é um review tradicional, vou citar a seguir apenas os aspectos relacionados ao desempenho com jogos. Portanto, não falarei das câmeras e nem de outros elementos. O dispositivo chegou no Brasil no último dia 20 de agosto e está disponível à partir de R$ 1.299. O Zenfone 2 enviado pela Asus para o Videogame Mais tem 32 GB de armazenamento, tela com resolução Full HD (1920×1080) e processador Intel Atom Quad-core 2.3 GHz.

Zenfone 2

O que posso falar de forma geral, que vai funcionar para todos os jogos, é que a tela apresenta uma ótima sensibilidade, o que facilita muito os comandos em todos os jogos. Essa rápida resposta é muito importante em games que necessitam de agilidade, como jogos de tiro ou de corrida, por exemplo. Por outro lado, a bateria de 3.000 mAh poderia durar um pouco mais.

Hearthstone

Apesar de ser um jogo imenso (722 MB de instalação no Androis), Hearthstone: Heroes of Warcraft abre rápido e roda suave no . Além disso, a boa tela do dispositivo permite que sejam percebidas cores que eu não via no PC, desta forma, todos os elementos visuais ficam mais bonitos e vibrantes. Claro, sabemos que não tem o mesmo conforto jogar este card game em um smartphone, como é em um tablet ou no computador, mas a tela de 5,5 quebra um galho e é possível se divertir da mesma forma.

Hearthstone no smartphone

Modern Combat 5: Blackout

O game Modern Combat 5: Blackout, da Gameloft, apresenta o que há de mais avançado em gráficos para jogos de smartphones e tablets, e o Asus Zenfone 2 consegue rodá-lo sem esforço. O título carrega com rapidez e executa sem quase nenhuma espera entre as telas e fases. Sem dúvida, depois de ter jogado este game em outros aparelhos, pude perceber como o hardware fez diferença aqui.

Modern Combat 5

Asphalt 8: Airborne

Os aspectos de exigência de hardware do Asphalt 8: Airborne se assemelham ao Modern Combat 5: Blackout, com a diferença que o jogo de corrida precisa carregar um cenário bem maior, com mais elementos em tela, e isso faz a o loading ser um pouco mais extenso. Porém, o desempenho neste quesito ainda é melhor do que em outros smartphones como o Moto X 2014, por exemplo, que também tem um hardware poderoso. Por outro lado, não percebi diferença no gameplay em si. Antes de testar, imaginei que o Zenfone 2 tornaria a corrida mais “rápida”, valorizando o efeito de velocidade, mas isso não aconteceu.

Asphalt 8

Antutu Benchmark

De acordo com o Antutu Benchmark, o Asus Zenfone 2 só perde em desepenho para o Meizu MX4 e o Samsung Galaxy Note 4, como pode ser visto nos screenshots abaixo. Repare que o dispositivo testado fica a frente de outro Zenfone 2, que deve ser algum modelo com 2 GB de RAM ou com menor capacidade de armazenamento. Particularmente, acho uma bobagem esses programas de benchmark, mas tem muita gente que acompanha com afinco essa competição entre os gadgets. Portanto, está aí a imagem.

Zenfone - Antutu

Outro tópico que precisa ser comentado. O Asus Zenfone 2 não demonstrou qualquer queda de rendimento trabalhando em multitarefa. Testando com Hearthstone, que é um jogo mais cerebral e lento, troquei de tela diversas vezes para consultar outros aplicativos, e o game ficou rodando em segundo plano sem problemas, sem atrapalhar em nada o uso do aparelho.

Em resumo, se a sua preocupação é jogar com conforto os games mais pesados do , esta é uma das compras mais indicadas deste final de 2015, por ser o primeiro smartphone com 4 GB de RAM, ter uma ótima tela de 5,5 polegadas e um grande espaço de armazenamento, para caber muitos jogos.

Share this post

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.