GeekReviews

Review: Liga da Justiça

O heroísmo está de volta ao Universo DC

O filme da Liga da Justiça é leve, heroico, e traz o tom de esperança que a Warner quer implementar em seus filmes da DC desde a Mulher Maravilha. Se esse era o objetivo, conseguiram com louvor. Não é um filme épico e empolgante como se esperava, mas você sai do com um grande sorriso no rosto.

Veja também: Amazon confirma série de “O Senhor dos Anéis”

Quem acompanha um pouco sobre cinema e se interessa pelo assunto, consegue perceber de forma bem clara a diferença de uma cena que foi filmada pelo diretor Zack Snyder e quando ela foi feita por Joss Whedon, mas isso não é necessariamente ruim.

Liga da Justiça - filme

A ordem executiva para que o longa tenha apenas 2 horas foi um grande acerto. A imprensa noticiou no decorrer dos dois últimos anos que cenas com o Lex Luthor, por exemplo, foram retiradas para dar mais dinamismo. Com tantos cortes, o filme ficou bem redondo, com um excelente ritmo, apesar do senso de urgência da história. Essa é exatamente a diferença entre a Liga da Justiça e o Esquadrão Suicida, pois lá não deu certo de forma alguma.

Todos os super-heróis estão muito bem representados. Cada um tem sua importância para a trama e seus poderes são bem explorados. A dinâmica entre o Ciborgue, que é mais taciturno, com o Flash, que é o alívio cômico do filme, funciona com perfeição.

Liga da Justiça na San Diego Comic-Con

A única coisa que realmente incomodou foi o excesso de piadas. Não porque um filme da DC não possa ser engraçado, nada disso. A minha crítica é justamente porque 90% delas simplesmente não funcionam, são forçadas. Você pode fazer um filme leve sem forçar a mão no lado cômico que não funciona, basta colocar alguns sorrisos nos rostos e diálogos esperançosos.

Apesar de ser um filme redondo, como já citei, e que vai funcionar muito bem para toda a audiência, o fã dos quadrinhos vai aproveitar muito mais. O longa é recheado de referências e citações que só o leitor de HQ ou quem assistiu os desenhos da TV vai reconhecer.

As duas cenas pós-créditos é um deleite para todo nerd. Uma é mais leve e uma referência direta às HQs. A outra, funciona perfeitamente como uma expansão do universo e apresenta o novo personagem que foi muito falado nos últimos meses. Vale muito a pena ficar até o final.

Liga da Justiça

Em dado momento, um personagem importante do universo DC é citado totalmente fora de contexto, sem nenhuma explicação. Em nenhum momento ele aparece, só fica seu nome jogado no ar. Muita gente ficará perdida neste caso.

As cenas de combate são fantásticas, e demonstra como esses seres são realmente extradordinários. Todas as sequências são rápida e muito bem coreografadas. Nada é de graça, tudo faz sentido e você consegue entender exatamente o que está acontecendo em tela.

Review Liga da Justiça

Qual a nota? - 8

8

Eu gostei

Liga da Justiça é um filme que quer agradar aos fãs, ao trazer uma chuva de fan service. Mesmo que você não entenda essas referências, ainda é um filme redondo e muito divertido para ver com a família. Ah, e tem duas cenas após os créditos.

User Rating: 3.75 ( 1 votes)
Assuntos

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.

Close