The Witcher 3

VG Mais elege The Witcher 3 como melhor do ano

Mais certa que o Especial do Roberto Carlos é a eleição dos melhores games do ano aqui no Videogame Mais. E assim como no ano passado, convidei profissionais de outros sites para me ajudarem a escolher quais títulos se destacaram em cada uma das categorias em 2015. Confira abaixo o resultado e comente quais são os seus favoritos:

Veja também: Confira a crítica (sem spoilers) de Star Wars: O Despertar da Força

Pelo menos para mim, a grande surpresa foi Rocket League, que tem milhões de jogadores pelo mundo todo e foi escolhido como o melhor em duas categorias do VG Mais: “Melhor jogo de esporte/corrida” e “Melhor jogo indie”. Outro game que também venceu duas categorias foi Destiny: O Rei dos Possuídos, nesta caso, “Melhor shooter” e “Melhor experiência online”. Porém, o grande campeão do ano foi The Witcher 3: Wild Hunt, que venceu cinco indicações.

Melhor jogo de 2015 – : Wild Hunt

The Witcher 3: Wild Hunt provou ser o melhor game do ano ao ser vencedor do The Game Awards, o mais respeitado prêmio da indústria de games atualmente. Mas o que explica o tamanho desse sucesso? Um mundo aberto gigantesco com diversos caminhos a percorrer, história fluida e bem contada, personagens bem construídos e mitologia rica podem ser alguns dos fatores que mais agradaram aos jogadores e ajudaran a criar uma legião de fãs.

O game da polonesa CD Projekt Red também marcou sua presença nas categorias “Melhor RPG”, é claro, “Melhor trilha sonora” e também “Melhor personagem” com o protagonista Geralt, um bruxo mercenário com grandes poderes e atormentado pelo seu passado. Mesmo com um comportamento sarcástico inerente, possui um imenso senso de responsabilidade.

The Witcher 3 melhor de 2015

Melhor empresa – CD Projekt Red

Como não poderia ser diferente, em um ano que The Witcher 3: Wild Hunt ganhou a grande maioria dos prêmios mais desejados pelo mundo, a sua produtora CD Projekt Red também foi escolhida pelo juri como a melhor empresa do ramo neste ano. Acredito que ainda ouviremos falar muito deste estúdio, uma vez que todo o hype criado pelo The Witcher 3 aumentou a nossa expectativa por Cyberpunk 2077, o próximo jogo que só deve ser lançado em 2017.

Melhor jogo de ação/aventura – MGS V: The Phantom Pain

Para muitos, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain é um game tecnicamente impecável, e até considerado o melhor do ano. A última obra-prima de Hideo Kojima, antes de ser “demitido” da Konami, leva o famoso Big Boss para uma aventura de mundo aberto com uma jogabilidade stealth muito apurada, farto armamento e personagens icônicos, característica principal da franquia.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Melhor shooter – Destiny: O Rei dos Possuídos

A expansão “O Rei dos Possuídos” finalmente transformou Destiny em um game completo. Digo isto pois a sensação que eu tive é que passei um ano jogando uma versão beta do game. O storytelling foi todo refeito, novas animações em computação gráfica foram adicionadas, bem como uma nova trilha sonora. Tudo isso, outros ajustes diversos e novas atividades, fazem com que Destiny: O Rei dos Possuídos seja um jogo praticamente novo, mesmo que você já tenha jogado boa parte dele ano passado.

Destiny: The Taken King

Outras categorias

  • Melhor RPG – The Witcher 3: Wild Hunt
  • Melhor jogo de esporte/corrida – Rocket League
  • Melhor jogo de luta – Mortal Kombat X
  • Melhor jogo indie – Rocket League
  • Melhor trilha sonora – The Witcher 3: Wild Hunt
  • Melhor experiência online – Destiny: O Rei dos Possuídos
  • Melhor personagem – Geralt (The Witcher 3)

Melhor jogo mobile – Fallout Shelter

Antes mesmo de Fallout 4 ser lançado e capturar todo o tempo livre de diversos gamers pelo mundo, o game Fallout Shelter chegou às plataformas mobile Android e iOS. Nele, o jogador terá que gerenciar todos os recursos de um Vault, aquele espaço usado para que as pessoas consigam sobreviver à guerra nuclear que faz parte da trama do game.

Jogo mais aguardado de 2016 – Horizon: Zero Dawn

As apresentações de Horizon: Zero Dawn na E3 2016 e na PlayStation Experience deixaram muitos fãs de games animados e ansiosos, mesmo que ainda tenhamos poucas informações sobre o jogo. Os vídeos mostram uma protagonista feminina lutando com armas arcaicas contra monstros robôs gigantes.

Quem participou da votação?

Como disse lá em cima, chamei para participar da votação alguns colegas de outros sites e empresas de games e entretenimento. Isso, além de ampliar os horizontes, aumenta a credibilidade do resultado. Muito obrigado a todos que participaram, sem vocês essa eleição dos melhores do ano não seria possível.

Assuntos The Witcher 3

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.