PSN

Sony não descarta o roubo de informações no ataque à PSN

Já faz mais de cinco dias que a PlayStation Network está fora do ar, sem nenhuma previsão de retorno. O que parecia ser apenas uma queda momentânea acabou se tornando algo muito maior, deixando vários fãs de Playstation 3 e PSP na mão. Logo no começo da queda da rede, a demorou a se manifestar, mas logo começou a informar o status diariamente em seu blog oficial, para tentar acalmar seus usuários e parceiros.

Veja também: Leia o review de The Last of Us

A notícia que caiu como uma bomba nesta terça-feira (26), é que a empresa japonesa não descarta o fato de que informações restritas das contas dos usuários tenham vazado o ataque hacker que explorou uma falha de segurança na rede. Esses dados podem ser nome, endereço, endereço de e-mail, país de origem, aniversário e login/senha da rede e Qriocity.

“Para se proteger contra possíveis roubos de identidade ou outras perdas financeiras, nós encorajamos você a manter-se vigilante, rever os acessos à sua conta e monitorar seus relatórios de crédito”, escreveu Patrick Seybold, diretor sênior de comunicações corporativas da Sony Computer Entertainment of America, no Blog oficial do Playstation. Ele também afirmou que não há evidências de que dados dos cartões de créditos foram comprometidos.

No momento em que escrevo esta notícia, ainda não há previsão para retorno da rede. Porém a Sony usou a palavra “reconstruir” a PlayStation Network, como forma de aumentar a segurança, o que dá a entender que vai demorar um pouco mais do que gostaríamos.

Assuntos PSNSony

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.