Samurai Flamenco

Samurai Flamenco: porque você deve assistir

O me ajudou a gostar de animes novamente. Eu não via uma série japonesa desde que passava YuYu Hakusho na extinta TV Manchete. Por causa do canal de stream de filmes e séries, dei uma oportunidade para o excelente Death Note, que já tinha curiosidade faz muito tempo. Empolgado, fui procurar outras séries e me deparei com Samurai Flamenco.

Veja também: As melhores sagas da Marvel de todos os tempos

Este anime surpreende por trazer, de forma muito bem humorada, uma homenagem ao mundo dos super-herois japoneses, mas com uma pitada de reflexão. O que faz um herói ser um herói? O que faz um vilão ser um vilão. A produção tem 22 episódios e foi lançado originalmente pela Fuji TV em outubro de 2013. O manga, que começou a ser publicado no mesmo mês pela Square-Enix, continua ativo até hoje.

Na história, acompanhamos a trajetória do puro Masayoshi Hazama, um tímido modelo fotográfico, em sua jornada para se tornar um grande super-heroi. Ele começa criando um uniforme caseiro, com item comuns e parte para a rua em busca de pequenos delitos, como que joga cigarro no chão da rua ou coloca o lixo fora em horário não permitido. Na sua maneira simples e pura de querer ajudar o mundo, começando pelo seu bairro, ele mais erra do que acerta, mas mantém a tenacidade e continua evoluindo, crescendo, angariando fãs e pessoas que o ajudam em seu objetivo.

Samurai Flamenco

Se tenho uma crítica negativa para fazer, ela reside no fato de que a série começa muito leve e divertida, com muitas piadas e deboches com o universo dos heróis, mas ganha contornos de drama nos últimos episódios e inclui temas mais pesados como tortura física e psicológica, formas de lidar com a perda de uma pessoa e outros dramas pessoais bem profundos. Alguns episódios te deixam melancólicos, outros te deixam realmente mal. Mas nesse balanço de emoções, o saldo é muito positivo e a trama consegue manter a expectativa até o fim.

De fato, quem cresceu assistindo animes e tokusatsus irá se identificar muito com Samurai Flamenco. Ele explora a gênese de herois e vilões de seriados como Kamen Rider, Power Rangers e outros. Se você viveu isso em alguma fase da sua vida, dê uma chance para Samurai Flamenco.

Assuntos Netflix

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.