Review: Tiny Thief

é mais um jogo da Rovio, disponível para iOS e Android que foge completamente da proposta de Angry Birds. Neste game, o jogador deve usar seu raciocínio lógico para ajudar um pequeno ladrão a roubar todos os itens de um cenário sem ser descoberto.

Veja também: Immortal Odyssey está disponível para download

Com o avanço das fases, a dificuldade vai aumentando, e isso se reflete no número de ações que ficam encadeadas para atingir um objetivo. Portanto, se você jogou o primeiro mundo no celular do amigo e não gostou, pois o jogo pareceu muito simples, tenha paciência e dê mais uma chance ao jogo que a diversão começa no segundo mundo.

O protagonista é um tipo de “Robin Hood”, que não consegue ficar quieto frente as injustiças cometidas por Xerifes corruptos e comerciantes soberbos. O jogo é dividido em atos, como se fosse num teatro, inclusive, na tela de seleção de fases, um resumo da história é contado em forma de teatro de marionetes. Cada ato (ou cada mundo, para usar um jargão gamer) conta uma parte da história do personagem, geralmente sem conexão entre elas. Há o mundo dos piratas, do castelo e por aí vai.

Tiny Thief

Um belo trabalho de arte

O trabalho artístico deste jogo é fantástico. A música, os desenhos animados, as introduções em formato de história em quadrinhos, tudo somado faz você se importar com a história e o objetivo de nosso herói, mesmo sendo um jogo tão simples, sem diálogos ou animações complexas.

Tiny Thief teve um cuidado primoroso nos detalhes. Mesmo com um visual cartunesco, você se importa com o protagonista e entende a emoção da narrativa com a ajuda de pequenas animações inseridas no contexto do gameplay, como quando ele é descoberto, e tenta disfarçar ou termina uma fase e faz um movimento de comemoração.

Jogabilidade não é fluida

A jogabilidade é o ponto mais fraco de Tiny Thief. É fácil e intuitivo aprender como são realizados os movimentos no jogo, mesmo assim, você pode demorar a se acostumar. Não por ser burro, mas por ficar pensando o tempo todo que eles poderiam ter feito isso de forma mais fluida. Entretanto, depois que se acostuma, o jogo se transforma e passa a ser divertido e viciante.

Gráficos8
Som8
Jogabilidade6.3
Diversão10
Tiny Thief é diversão garantida e mais um exemplo de como devem ser feitos os jogos para plataformas móveis ou com telas de toque. Pena que ele seja tão curto.
8.1

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.