Review: GTA 5


Quando em novembro de 2011 saiu o primeiro teaser trailer de , começou ali a maior expectativa pelo lançamento de um jogo, como nunca se viu antes. O jogo domina o “noticiário” atual de todos os sites de games, em uma cobertura sem precedentes, o jogo chegou às prateleiras superando todas as expectativas possíveis.

Veja também: Veja os requisitos para rodar GTA 5 no PC

GTA 5, pela primeira vez, traz três protagonistas, com histórias que se completam e se entrelaçam durante o enredo do game. Isso deu outro dinamismo ao jogo, como nunca foi visto. Além disso, a Games transformou o jogo em algo de outro nível, ao juntar todos os elementos que deram certo nos jogos anteriores, em um mundo aberto gigantesco com gráficos muito bem definidos para esta geração, que já está dando os últimos suspiros.

Quem acompanhou o desenvolvimento do jogo, e todas as notícias que saíram nestes dois anos, já sabe qual é o plot da história de GTA V. Michael e Trevor são dois assaltantes de banco “aposentados” que tiveram destinos diferentes depois de um assalto mal sucedido. Após 10 anos, Michael é um cara pacato que vive em uma mansão com sua família, enquanto Trevor continua na vida de crimes traficando metanfetamina.

Já o Franklin, o terceiro protagonista, é apenas um ambicioso ladrão de carros, que faz pequenos trabalhos para um comerciante local. Na contramão dos outros personagens principais, Franklin está em início de carreira e quer participar de planos maiores, que rendam mais dinheiro.

Um elemento do enredo coloca Franklin no caminho de Michael, outro elemento faz Michael voltar ao mundo do crime, e um terceiro leva Trevor ao encontro dos dois. Isso tudo apenas para dizer que há algumas quebras no ritmo da história para que isso tudo aconteça. Algumas missões no começo servem apenas para criar empatia entre os personagens e desenvolver cada um deles, mas não acrescenta nada no contexto geral. O início pode ser arrastado para algumas pessoas.

GTA 5

A Rockstar conseguiu fazer um trabalho primoroso no aspecto técnico de GTA V. Quando ninguém mais achava que o hardware dessa geração pudesse suportar gráficos em alto nível como estes, a empresa surpreende a todos e apresenta uma grande evolução do GTA IV. Claro que a empresa teve 5 anos para trabalhar isso.

O cuidado com os detalhes é impressionante. Para você ter uma ideia, até o chinelo se movimenta e bate no calcanhar dos personagens, e não é mais aquela coisa chapada no pé como antigamente. Os carros estão mais refinados, as cidades mais cheias de detalhes, as pistas têm mais texturas e mostram o resultado da ação do tempo. Além disso, os personagens têm mais expressões faciais e movimentos mais naturais.

Claro que muita gente quer comparar o trabalho dos gráficos de GTA com o de The Last of Us, este sim carrega a melhor qualidade já atingida no console PS3. Porém, vale lembrar que o jogo da Naughty Dog é linear e possui poucos elementos em cada tela, enquanto GTA 5 é um mundo aberto, com vários carros, pessoas caminhando na rua e eventos acontecendo ao mesmo tempo, numa cidade mais viva do que nunca.

GTA 5 - Trevor

Aquele cuidado de sempre com a trilha sonora

As rádios dos carros estão disponíveis com uma quantidade maior de emissora e músicas, como já publicamos anteriormente aqui no Videogame Mais. Na prática, além de atender a um maior número de gostos musicais, você pode jogar horas do jogo e ainda encontrar músicas inéditas para ouvir.

Mas GTA 5 não é só isso. É preciso destacar como os diversos sons da cidade estão caprichados. As diferentes buzinas, as pessoas falando aleatoriamente, o barulho de uma ambulância passando longe. Enfim, se você tiver um bom equipamento de som na sua casa, poderá ter uma imersão muito maior na cidade de Los Santos e aproveitar o jogo muito mais. Pois o trabalho de ambientação sonora está perfeita.

Jogabilidade é o grande destaque

A maneira como se pilota os veículos do jogo não mudou, mas a Rockstar acrescentou um elemento interessante. Franklin, por exemplo, é especialista em direção, portanto, você pode fazer manobras mais ousadas com este personagem. Na prática, quando acionadas, o jogo fica em câmera lenta para executar essas manobras. Ainda neste quesito, Michael é o melhor do jogo em tiro e Trevor é o grande piloto do grupo.

A boa mudança é a forma como se escolhe as armas no jogo, de forma mais dinâmica e rápida, valorizando a ação sem interrupção. Deste modo, o jogo fica mais divertido pelo dinamismo, mas esteticamente falando, fica ainda mais ridículo, na medida em que não se sabe onde os personagens escondem tantas armas, um problema recorrente dos jogos de videogames que fogem da realidade.

Um ponto positivo de GTA V é a forma como você repete as missões. Muitas pessoas reclamaram do jeito que era feito em GTA IV. Para lembrar, caso Niko Bellic morresse no meio de uma missão, ele voltava para o hospital e de lá você tinha que começar a missão do zero, acionando o iníco dela pelo celular. Tinha que repetir tudo de novo. Agora, o sistema salva alguns checkpoints durante as missões, que podem até ser maiores do que o jogo anterior. Isso acaba com a frustração dos gamers, ainda mais em um jogo com o mapa tão grande, onde ter que repetir todo um trajeto já percorrido anteriormente não é uma opção agradável.

GTA 5

Depois de passar por todos esses pontos, nem preciso dizer o quanto é divertido jogar GTA V. Tem tanta coisa para fazer em Los Santos, que você pode passar horas sem “fazer nada” entre uma missão da história central e outra. Você vai perder tempo levando o jogador ao barbeiro, estúdio de tatuagem, aos famosos clubes noturnos da série, praticar esportes, chamar os amigos para beber e muito, muito mais.

Dos elementos que foram acrescentados neste jogo, destaque para a bolsa de valores, onde qualquer um dos três protagonistas podem negociar, perder e ganhar dinheiro e a possibilidade de comprar negócios legítimos pela cidade. O ponto negativo nesta história é o fato de terem negócios que só podem ser comprados por determinados protagonistas. Por exemplo, a sala de cinema só pode ser comprada pelo Michael, que é amante da sétima arte.

Gráficos10
Som9.8
Jogabilidade9
Diversão10
História8
Nem preciso recomendar a compra de Grand Theft Auto 5, pois todo mundo já deve estar jogando neste momento. Você ainda não?
9.4
Assuntos GTA 5Rockstar

Share this post

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.