Forza 5

Review: Forza Motorsport 5

O game 5 abre a nova geração de consoles, sendo um dos principais lançamentos iniciais do Xbox One. O jogo avança em muito em vários aspectos gráficos e como utilizar a nuvem com inteligência, em favor da jogabilidade. Mas, como toda esta tecnologia ainda está no início, é perceptível que ainda há muito o que melhorar.

Veja também: Como tunar carros em Forza Horizon

Ele acompanha o mesmo jeito de ser da série até o Forza 4, e em pouco se assemelha com o jogo anterior, o Forza Horizon. Enquanto o game anterior tem uma jogabilidade mais arcade e uma história de pano de fundo, Forza 5 retoma as origens da série com uma simulação mais “real” e concentra-se apenas nas corridas e na paixão pelos carros, sem outras distrações.

O cuidado com a qualidade gráfica sempre foi evidente na série, e com Forza 5 não seria diferente. Os cenários estão bem detalhados e recebeu ajustes na luminosidade do sol, e como ele atrapalha dirigir, reflexo e tudo que só é possível na nova geração.

Forza 5

Um dos elementos mais explorados no jogo, até para mostrar o poder de processamento do console, é a quantidade de itens renderizados que aparecem numa pista. No cenário da série de TV Top Gear, existem no caminho uma quantidade enorme de lixeiras, cones, placas e outros objetos, que mostram como o jogo ainda roda suave com tantos elementos em quantidades exageradas na tela. Visivelmente os desenvolvedores quiseram demonstrar o poder do Xbox One, sem nenhuma valor para a corrida em si.

No quesito “qualidade gráfica”, o que mais me incomodou foi o público. Quando estão longe, e você está em alta velocidade preocupado apenas em ultrapassar seus adversários, eles compõem bem o cenário, mas se parar perto deles, verá que não passam de fotos de estúdio, com poses totalmente diferentes, sem nenhum contexto com o ambiente. Lamentável para um console da nova geração.

Trilha sonora decepciona

A trilha sonora é a parte mais decepcionante. Com pouca variedade, a música se torna repetitiva e não acrescenta em nada para a experiência do jogo. Por outro lado, o som dos carros e efeitos das corridas continuam em alto nível, mantendo as ótimas qualificações e fidelidade alcançadas pelos jogos anteriores da série.

Jogabilidade focada na simulação

A jogabilidade de Forza Motorsport 5 volta para a simulação, ao contrário da “pegada” mais arcade do Forza Horizon. A experiência de correr contra o Drivatar de seus amigos e pessoas desconhecidas torna realmente ao desafio mais imprevisível, e em alguns casos, até mais difícil mesmo.

Forza 5

Ao contrário de Forza Horizon, aqui o jogador é estimulado a jogar a campanha solo antes de partir para o multiplayer. Caso tenha uma garagem ainda pequena, o jogador poderá até “alugar” um carro para correr online, mas não ganhará pontos por isso, fundamental para evoluir sua carreira no jogo. Interessante maneira para estimular o jogo offline e equilibrar as corridas no modo online.

Diversão para quem é muito fã de carros

Forza Motorsport 5 garante muitas horas de diversão para quem é fã de games de corrida, principalmente pelo deslumbre visual e o forte multiplayer, facilitado pelas características do Xbox One para isso. Porém, a falta de uma história de pano de fundo, de estímulos para você seguir para o próximo campeonato, deixa o jogo menos interessante para quem curtiu muito o game anterior da série: Forza Horizon.

Mesmo assim, é preciso destacar que a sensação que fica o tempo todo é que os produtores tiveram como preocupação principal usar o game para apresentar tudo que o Xbox One é capaz de fazer. É natural, por se tratar de uma desenvolvedora da Studios. Porém, fica também a percepção que o jogo poderia ter sido mais divertido, se fosse pensado no usuário. Claro, essa é apenas uma sensação, difícil até de traduzir em palavras.

Gráficos8.5
Som7.5
Jogabilidade8
Diversão7
Forza 5 não é daqueles jogos que vende console, mas se você já optou por adquirir um Xbox One, ter este game é uma obrigação para quem é fã de velocidade.
7.8

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.