Primeiras impressões: Dishonored

O novo FPS para o PlayStation 3 e Xbox 360, o game , acaba de ganhar novas imagens e um vídeo de divulgação. O game de ação em primeira pessoa mistura compirações, paranois política e outros elementos que podem agradar aos fãs de BioShock e Deus Ex. O game está sendo desenvolvido pela Arkane Studios e e chega ainda este ano nos consoles.

Veja também: Primeiras impressões de PlayStation All-Stars Battle Royale

Dishonored coloca o jogador em um mundo opressivo, que fará você conduzir o personagem principal pelas sombras, com medo de ser descoberto. Neste quesito, o jogo se aproxima um pouco das características de Assassin’s Creed, pois você terá que assassinar silenciosamente, para não ser descoberto.

Na trama, você acompanha a história de Corvo, um guarda de elite da realeza acusado injustamente de matar a imperatriz de Dunwall, cidade fictícia onde se passa o jogo. Corvo é sentenciado a prisão perpétua, e antes que ele apodreça na cadeia, uma figura misteriosa o liberta para que ele possa ter a sua vingança.

Um elemento importante no jogo é a cidade de Dunwall. Ela tem a aparência de uma cidade portuária em decadência, de uma realidade Steampunk. Ao mesmo tempo que você passará por ruas em paralelepípedos, você terá que enfrentar patrulheiros com enormes pernas biomecânicas. Para enfrentar os seus inimigos, você terá espadas, pistolas e granadas (além de alguns poderes que veremos a seguir). O novo e o velho se misturam e criam uma atmosfera que lembra muito BioShock, um clássico dos videogames modernos.

Poderes extraordinários

Um entidade desconhecida chamada Outsider concedeu para Corvo uma série de poderes sobrenaturais, que serão úteis em sua jornada de vingança. Já dissemos que o jogo terá forte características de stealth, e um dos poderes de Corvo permite que ele troque de corpo com ratos ou peixe, para facilitar sua entrada em edificações bem vigiadas, por exemplo. Além disso, ele poderá devolver projéteis para seus inimigos, ou ainda, convocar uma horda de ratos para ajudá-lo.

Via: Playstation.Blog

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.