Preacher

Preacher: porque você deve ler esta HQ

Também conhecido como o melhor momento da dupla Garth Ennis e Steve Dillon. começa quando o pastor Jesse Custer está pregando, e de repente, uma criatura fugitiva do paraíso (chamada Gênesis) entra em seu corpo e, numa explosão, queima a igreja e todos que estão dentro. Preocupados, os anjos tentam recuperar esta entidade e descobrem que a mesma se tornou “una” com o nosso personagem principal, lhe conferindo o poder de persuasão. Então, como última alternativa, eles trazem de volta dos “mortos” um assassino do século XIX, o chamado Santo dos Assassinos, para matá-lo. Para você ter uma idéia, o cara é tão “modafoca” que literalmente congelou o inferno e, confrontado pelo próprio Diabo, apenas perguntou com um ar de desdém: “E quem é você?”.

Veja também: Quem vence a briga entre Batman e Superman nas buscas do Google?

Só nesse início da primeira edição você percebe o tamanho do problema que Jesse Custer tem pela frente. No caminho para encontrar respostas, Custer reencontra uma antiga namorada, a prostituta Tulipa (Tulip O’Hare) e um vampiro irlandês, Cassidy, que também se junta ao grupo. Isso dá uma pequena dimensão da loucura que você vai encontrar nessas páginas, mas continue lendo.

Bom, neste parágrafo terei que escrever alguns SPOILERS, para basear meu argumento. Continue por sua conta e risco. No encontro com os anjos que estão em sua busca, Custer descobre sobre a origem dessa tal entidade (ah, vai ler a revista pô). E quando ele pergunta porque Deus não fez nada para impedir essa tragédia, o anjo simplesmente diz que Deus não está mais no céu, que foi embora e desistiu da humanidade. Decidido, o pastor promete que irá ao encalço do todo poderoso, pedirá explicações e mostrará a ele que está errado em sua decisão. Preciso dizer mais alguma coisa para te convencer?

Preacher

Nos Estados Undidos, a série regular foi dividida em oito arcos pelo selo da , perfazendo um total de 66 edições. Soma a isso mais 6 mini-séries, e você chegará ao número 666. Sugestivo, não? Essas mini-séries foram usadas para contar histórias paralelas à trama principal, e/ou focar em um personagem específico que faz parte da série regular. Nessa linha, destaco duas delas, que contam as origens de dois personagens: a “The Story of You-Know-Who” (A História de você-sabe-quem), que recebeu esse nome pois a DC não poderia colocar o nome do personagem Arseface (Cara-de-Cú no Brasil) na capa, e a do já citado Santos dos Assassinos (lançada aqui no Brasil em 1997 pela Ed. Abril).

Em sua busca por Deus, fugindo da polícia e do Santo dos Assassinos, o personagem principal viaja pelo interior dos Estados Unidos. Deste modo, Garth Ennis mostra e satiriza o modo de vida, o orgulho americano. Humor negro e violência gratuita, se é isso que você procura em adultos, Preacher é obrigatório em qualquer coleção.

Como comprar as edições de Preacher?

Por muitos anos, acompanhar Preacher no Brasil foi um processo bem complicado. A série começou a ser publicada por aqui pela editora Metal Pesado, passou pela Brainstorm, ganhou o devido respeito nas mãos da Pixel Media, mas só foi concluída mesmo pela Panini Comics, que resolver lançar todas as edições em nove volumes encadernados, sendo que o último chegou às lojas em dezembro de 2014. Portanto, esta ainda é a melhor maneira de ter essa coleção completa, mas prepare-se, pois o preço é bem salgado.

A série para TV

Uma série para o canal AMC já está em produção, e terá o ator Dominic Cooper no papel do reverendo Jesse Custer. Algumas fotos já foram liberadas pela galera dos bastidores, que mostra como as filmagens já estão à pleno vapor. Se aprovado, o piloto deve estrear na TV americana somente em 2016, ainda sem um calendário. Anteriormente, o projeto tinha sido oferecido a HBO, que recusou. Se tiver a qualidade e a coragem de The Walking Dead, é certeza de sucesso.

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.