Tech

Moto G5 Plus é bom para jogos? veja o teste

Celular tem tela Full HD de 5,2 polegadas e bateria com 3.000 mAh

Diferente do Moto G5 normal, o Moto G5 Plus tem um processador que pode fazer toda a diferença ao rodar jogos. Nos testes, o desempenho geral surpreendeu. Todos os títulos testados rodaram lisos e abriram rapidamente. Chama muito a atenção também a qualidade da tela e o tempo de autonomia da bateria, fundamental para quem quer jogar por longas horas.

Veja também: Samsung Galaxy S7 é bom para jogos? Confira o teste

O celular Moto G5 Plus vem com processador Qualcomm Snapdragon 625 MSM8953 Cortex-A53 com 2 GHz e oito núcleos, chip gráfico Adreno 506 e 2 GB de memória RAM. O smartphone da traz 32 GB de armazenamento, interno expansível até 128 GB via cartão microSD, tela Full HD de 5,2 polegadas e bateria com 3.000 mAh.

Moto G5 Plus

Vale deixar bem claro que esta análise é focada apenas no desempenho geral com games, que é o foco do Videogame Mais. Já publiquei testes similares com outros aparelhos, como o caso do iPhone SE e do Moto Z Play, por exemplo. Por favor, deixe um comentário se você quer que eu comente outro aspecto ou outros jogos nos próximos reviews.

Hot Wheels Face Off

O game de acrobacias com veículos da marca Hot Wheels roda suave no Moto G5 Plus. O jogo abre rápido e a troca de tela é ágil, sem nenhum dalay. Por ser uma tela IPS, as cores não estão muito vivas e bem definidas como este game exige. Por outro lado, as 5,2 polegadas de tamanho se mostram ideal para jogar este tipo de game, que tem boa distribuição de comandos.

Hot Wheels Face Off

FIFA Mobile

O FIFA Mobile é um pouco mais pesado e vai exigir mais do processamento do celular. O carregamento é demorado, mas nada que prejudique a experiência geral, pois uma vez que esteja aberto, roda normalmente. Além disso, este jogo de futebol requer comandos mais precisos, e a tela deste smartphone responde muito bem. Se você é fã da série FIFA e estava preocupado, pode ficar tranquilo.

Moto G5 com FIFA Mobile

Injustice 2 Mobile

Nos meus testes, Injustice 2 Mobile foi um dos jogos mais complicados de rodar no Moto G5 Plus. O game é pesado, demora a abrir e é muito escuro, mesmo quando o brilho da tela está quase no máximo. A troca de tela pode não ser lenta, mas é incômoda. A performance dos gráficos é muito abaixo do esperado e mostra como o desempenho extra de um Moto Z pode ser fundamental nessas horas.

Moto G5 Plus rodando Injustice 2 Mobile

Crazy Taxi Gazillionaire

O Crazy Taxi Gazillionaire é um tipo de jogo que não exige muito dos aspectos gráficos de um smartphone, e pode rodar na maioria dos aparelhos disponíveis no mercado. Porém, seu formato de gameplay, aquele que você deve tocar rapidamente em vários cantos da tela rapidamente para pegar as moedas, prova que um aparelho de tela grande nunca é a melhor opção, caso você queria jogar com apenas uma das mãos. Se você é muito fã deste tipo de jogo, e não se importa com gráficos, o Moto G5 pode ser a melhor opção.

Crazy Taxi Gazillionaire

De uma forma geral, o Moto G5 Plus teve um desempenho satisfatório com a maioria dos jogos testados. Entre os principais destaques do dispositivo estão a sua bateria, que proporciona longas horas de jogatina, um bom alto-falante, para quem gosta de jogar com o som alto, alem de ser bem leve, apesar do seu tamanho. A tela tem o tamanho perfeito para tornar o gameplay agradável.

Assuntos

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.

  • Vαηı

    Eu tenho o g5 plus e roda jogos pesados tranquilamente. Mas os jogos do king, que são Candy crush e etc. Travam. Todos travam. Alguém pode me ajudar?

Close