NotíciasTech

Homem é preso nos EUA após Alexa chamar a polícia

Assistente pessoal ajudou a polícia a identificar que um crime estava em andamento

A Alexa, inteligência artificial da , ajudou a polícia a prender um agressor na cidade de Tijeras, nos Estados Unidos. O homem identificado como Eduardo Barros estava ameaçando matar a sua namorada, quando a assistente pessoal ligou para o 911. Entenda este caso:

Veja também: OEX lança headset com detalhes em aço escovado

Segundo o NY Post, no momento em que o agressor ameaçava a namorada com uma arma, ele questionou-a se havia chamado a polícia. Neste momento, a Alexa entendeu que era para realmente acionar as autoridades e discou o número de emergência automaticamente, através de uma conexão que o aparelho tem com o telefone físico da casa.

Amazon Alexa

A polícia do condado tentou falar com a mulher pelo seu celular, sem sucesso, e resolveu acionar a Swat. Quando Barros percebeu a situação, passou a agredir mais ainda a companheira e a fez de refém. Após um período de negociação e ação da Swat, a mulher e sua filha, que também estava na casa, foram libertadas. Barros foi preso e acusado por porte ilegal de arma, sequestro e agressão corporal grave.

“O uso inesperado desta nova tecnologia para entrar em contato com serviços de emergência provavelmente ajudou a salvar uma vida”, disse o juiz do condado de Bernalillo, Manuel Gonzales III, à ABC News. “Esta incrível tecnologia definitivamente ajudou a salvar uma mãe e sua filha de uma situação muito violenta”.

Via: NY Post

Assuntos

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.

Close