PC

GTA 5: requisitos de sistema para rodar no PC


A finalmente anunciou quais serão os requisitos mínimos e máximos de hardware para rodar em um PC com . Mas isso não veio acompanhado de uma boa notícia: o game foi adiado para o dia 24 de março, ou seja, dois meses depois do que o previsto.

Veja também: GTA 5 terá golpes online em 2015; entenda

Essa versão do jogo trará todas as novidades que vieram com a versão para PlayStation 4 e Xbox One, e isso inclui o modo em primeira pessoa, o acréscimo de músicas na trilha sonora, as novas missões secundárias e os ajustes no visual. As exclusividades para PC estão no suporte à resolução 4K e um editor de vídeo nativo. Aí a coisa ficou séria.

Requisitos mínimos para rodar GTA 5

  • Sistema operacional: Windows Vista 64 Bit Service Pack 2 ou superior
  • Processador: Intel Core 2 Quad CPU Q6600 @ 2.40GHz (4 CPUs) / AMD Phenom 9850 Quad-Core Processor (4 CPUs) @ 2.5GHz
  • Memória: 4GB de RAM
  • Placa de vídeo: NVIDIA 9800 GT 1GB / AMD HD 4870 1GB (DX 10, 10.1, 11)
  • Placa de som: Compatível com DirectX 10
  • Espaço em disco: 65GB

Requisitos recomendados

  • Sistema operacional: Windows 7 64 Bit Service Pack 1 ou superior
  • Processador: Intel Core i5 3470 @ 3.2GHZ (4 CPUs) / AMD X8 FX-8350 @ 4GHZ (8 CPUs)
  • Memória: 8GB RAM
  • Video Card: NVIDIA GTX 660 2GB / AMD HD7870 2GB
  • Placa de som: Compatível com DirectX 10
  • Espaço em disco: 65GB

Se os requisitos mínimos de hardware são até modestos, pela qualidade gráfica que o jogo promete apresentar ao rodar no computador, espanta o tamanho que ele ocupará no disco rígido: 65 GB. Claro, quem já jogou na versão console sabe como o mundo aberto de GTA 5 é gigante, com uma variedade enorme de veículos e uma fauna rica.

No comunicado oficial publicado no blog da Rockstar, os produtores pediram desculpas pelo atraso, mas disseram que este tempo de quase 60 dias será necessário para “testar e polir”, como forma de deixar o jogo mais redondo antes do lançamento. Creio que, grande parte deste atraso seja por conta do acréscimo da tecnologia 4K, que apesar de não ser pioneiro, segue como uma novidade para o mercado de games.

Via: PC Gamer

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.