7 jogos antigos que merecem reboot


O reboot nunca esteve tão na moda, tanto na indústria de games, quanto no cinema. Caso os estúdios estejam sem ideia de jogos antigos com boas histórias e gameplay apurado, fiz essa lista com sete excelentes títulos para oferecer como sugestão. Claro que esta é uma lista pessoal, baseada em minhas experiências, mas tenho certeza que muitos vão se identificar e engrossar o coro comigo.

Veja também: 5 coisas que você precisa saber sobre o Punho de Ferro

Procurei escolher também jogos mais antigos, que pode se beneficiar das tecnologias atuais para ganhar gráficos melhores e ampliar a sua experiência de gameplay. Por conta disso, preferi não escolher nenhum título da era PS3/Xbox 360. Parasite Eve, Gunstar Heroes e Dino Crisis são alguns dos games que quero muito ver de volta. Qual você incluiria na lista? Deixe o seu comentário.

Dino Crisis

Dinos Crisis surgiu em um momento em que os Dinossauros estavam na moda na cultura pop. A Capcom pegou a mesma estrutura do Resident Evil e criou um jogo que mistura horror, aventura, puzzles e ação na medida certa. O cenário composto por ilhas isoladas e laboratórios secretos ajudam a compor o ambiente e a criar um excelente clima, que não foi reproduzido em nenhuma série de jogos posterior. Infelizmente, o que depender da Capcom, não veremos um reboot ou remake dessa série tão cedo.

A franquia teve três jogos no total: Dino Crisis 1, 2 e 3, lançados em 1999, 2000 e 2003 respectivamente. Os dois primeiros foram lançados para PS One e PC, mas o terceiro é exclusivo para o primeiro Xbox. Ele tem tantos erros, é um game tão terrível, que eu consigo entender a Capcom não querer tocar nesse assunto. Para começar, tiraram todo aquele aspecto do terror e do mistério dos dias atuais e criaram um jogo de ação que se passa no ano de 2548 em uma nave gigantesca próximo do Planeta Júpiter. É para esquecer.

Parasite Eve

Esta é uma série que, infelizmente, a Square-Enix esqueceu de vez. Trata-se de um survivor horror com elementos de RPG lançado em 1998 para PlayStation, pela então Squaresoft. O game teve uma continuação em 1999, também para o PS One, e um título para o PSP chamado The 3rd Birthday, que é um game de ação em terceira pessoa espetacular, lançado em 2010. Apesar de mudar completamente o gameplay, o nome e ser lançado mais de uma década depois, a história se passa logo depois de Parasite Eve II.

Gunstar Heroes

Esse foi um dos jogos que melhor explorou o poder gráfico do Mega Drive no final de sua vida, além do Comix Zone (que também poderia estar aqui facilmente). Gunstar Heroes é um jogo de plataforma side scrolling típico, que traz uma ação com tiros no estilo dos jogos antigos de nave. Ele parece muito o clássico Contra, mas menos difícil e mais frenético. O título foi desenvolvido pela Treasure e publicado pela SEGA em setembro de 1993. Se até o Wonder Boy está de volta, por que não o Gunstar Heroes?

Oni

Antes de Destiny, antes de Halo, a Bungie fez o excelente Oni, um jogo de ação em terceira pessoa lançado em 2001 para PC, Mac e PlayStation 2. No enredo do game, a Terra está tão poluída que a maior parte está inabitável. Para tentar resolver essa crise ambiental, 80% dos países se juntaram em uma mesma entidade, criando um Estado autoritário e controlador. Oni tinha um visual incrível e um gameplay muito avançado para a época. Aliás, fazer gameplays fantásticos é a marca da Bungie.

Oni da Bungie

MDK

Tudo que eu lembro de MDK é que tinha personagens bizarros e você tinha que defender a Terra de invasores alienígenas. Mas o game ficou na minha mente até hoje por sua jogabilidade ágil, arrojada e extremamente divertida. Não era o melhor jogo do mundo, nem mesmo daquele ano, mas trouxe diversas mecânicas de gameplay que são usada a exaustão até hoje, como no caso da capa que se abre no formato de parapente para o personagem planar entre as plataformas.

O primeiro jogo foi desenvolvido pela Shiny Entertainment, mas MDK 2 foi criado pela BioWare, estúdio que ficou conhecido pelo seu ótimo trabalho na saga Mass Effect, além de outros. MDK saiu em 1997 para PC e PSOne, enquanto o segundo foi lançado em 2000 para PC, Nintendo Wii, PlayStation 2 e Dreamcast.

Soul Reaver

O jogo Legacy of Kain: Soul Reaver foi lançado pela Eidos em 1999 para PlayStation, PC e ainda ganhou uma versão para o Dreamcast em 2000. O jogador controla Raziel, um vampiro desfigurado, enfraquecido e traído, que está em busca de vingança. Um dos pontos mais interessantes do jogo, além da ação em terceira pessoa, é a mecânica de alternar entre o plano material, e o plano espectral, base do poder do personagem que é usado para resolver puzzles. Imagina esse jogo com os recursos do PS4.

Hexen

Hexen é um jogo de tiro em primeira pessoa ambientado em um mundo de fantasia medieval. O game é continuação de Heretic e foi lançado em 1995 pela Id Software para o primeiro PlayStation, Nintendo 64, SEGA Saturn e PC. A Raven Software fez um jogo utilizando a engine do Doom II, lançado no ano anterior. Portanto, apesar do visual horroroso hoje, com gráficos realmente datados, lembre-se que ele usava o que era de mais moderno na época. Esse game é muito nostálgico e traz ambientações que não são comuns em jogo de tiro, até hoje. Por isso, e vários outros motivos, merece entrar nesta lista.

Assuntos Windows

Share this post

Pedro Cardoso

Carioca, jornalista e apaixonado por games, cinema e esporte. Jogo videogame desde o Atari.